Soluções em Envelopes Plásticos

Como aplicar a análise SWOT em seu e-commerce

Como aplicar a análise SWOT em seu e-commerce

Assim como qualquer outra empresa, o e-commerce também necessita de um planejamento estratégico. Ainda mais considerando a velocidade com que o setor do varejo eletrônico evolui. Nesse sentido, a análise SWOT se torna uma ferramenta fundamental para otimizar a gestão do negócio.

Através desta análise, é possível identificar os pontos fortes e fracos de uma empresa, permitindo a criação das melhores estratégias para desenvolver o negócio de maneira sustentável.

Se você não sabe o que é análise SWOT ou não utiliza essa ferramenta na sua empresa, não se preocupe!

Hoje, vamos apresentar mais sobre essa análise e mostrar como aplicá-la no seu e-commerce ou loja virtual.

Mas afinal, o que é análise SWOT?

O termo SWOT, em inglês, é a junção das siglas Strengths (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças), e se refere a uma metodologia utilizada para analisar tudo aquilo que afeta um negócio.

Dessa forma, a análise SWOT divide os fatores de influência internos e externos em quatro categorias:

Strengths (Forças): reúne todos os pontos fortes da empresa, ou seja, todas as qualidades que possam ser consideradas um diferencial.

Exemplos de pontos fortes: preços acessíveis, bom mix de produtos; prazo de entrega adequado; condições de pagamento variadas; bom atendimento ao cliente; etc.

Weaknesses (Fraquezas): são os pontos fracos do negócio, nos quais existem certas dificuldades.

Exemplos de pontos fracos: pouca variedade de produtos; atendimento ao cliente insatisfatório; problemas de logística; etc.

Opportunities (Oportunidades): reúne as oportunidades existentes no setor em que a empresa atua. Apesar de não serem controladas pelo negócio, as oportunidades podem ser aproveitadas para desenvolver a empresa.

Exemplos de oportunidades: mudanças na legislação; novas tecnologias que podem ser implementadas no negócio; redução de impostos; diminuição da concorrência.

Threats (Ameaças): são forças de mercado, empresas concorrentes e fatores externos que não são controlados e que podem representar uma ameaça ao negócio.

Exemplo de ameaças: falta de mão de obra; parceiros descomprometidos; atraso de fornecedores; produtos falsificados.

Enquanto as forças e as fraquezas são aspectos internos do negócio, as oportunidades e ameaças são aspectos externos.

Como aplicar a análise SWOT no e-commerce

Agora que você já sabe o que é análise SWOT, confira dicas de como aplicar essa ferramenta em seu negócio:

1 – Criar uma matriz SWOT

O primeiro passo é criar uma matriz SWOT para o negócio, separando os quadrantes (Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças) em fatores internos e externos, e positivos e negativos.

Esta etapa pode ser feita em um papel ou digitalmente. O importante é apresentar todos os elementos de forma visual e com tópicos objetivos, resumindo o cenário atual do negócio.

2 – Listar as forças e fraquezas do e-commerce

Nesta etapa, é necessário realizar o levantamento das forças e fraquezas do e-commerce.

Por serem fatores internos e estarem presentes no dia a dia do negócio, as dores e os diferenciais são aspectos mais fáceis de serem identificados pelo gestor.

3 – Mapear as oportunidades e ameaças do mercado

Com as forças e fraquezas já listadas, é hora de mapear os fatores externos, ou seja, oportunidades e ameaças do mercado.

Para isso, é importante fazer um acompanhamento mais próximo e buscar fontes confiáveis, como estatísticas, pesquisas e regulamentações do setor.

4 – Avaliar os concorrentes diretos

Como vimos, os concorrentes fazem parte das ameaças da matriz SWOT. Ao avaliar a concorrência direta do e-commerce, mapeando as forças e fraquezas de cada empresa, é possível desenvolver estratégias eficientes para atacar os concorrentes e se destacar no mercado.

5 – Definir as metas para o futuro

A análise SWOT é um retrato atual da situação do e-commerce e do mercado. Por isso, o gestor pode utilizar esta análise como diretriz para definir as metas do negócio para os próximos anos.

6 – Determinar as estratégias a serem tomadas

Com a análise SWOT pronta e as metas já em mente, é hora de definir um plano de ação com algumas estratégias que podem ser utilizadas em sequência para alcançar os objetivos do e-commerce.

Gostou do artigo e quer conferir mais dicas para e-commerce ou loja virtual?

Acesse o blog da Veloplastic e confira conteúdos diversos sobre comércio eletrônico, processo de logística, embalagens para e-commerce e vendas online.

A Veloplastic é especialista em envelopes plásticos de segurança para lojas online e e-commerces, e oferece diversas opções de embalagens de alta qualidade que garantem mais segurança durante os processos de entrega.

Visite nosso site e escolha o envelope plástico ideal para as suas necessidades!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *