Soluções em Envelopes Plásticos

Tudo que você precisa saber sobre o PIX

Tudo que você precisa saber sobre o PIX

Você já ouviu falar em PIX? Em fevereiro deste ano, o sistema foi sugerido pelo Banco Central do Brasil como uma forma de modernizar os métodos de pagamento realizados no país.

No entanto, nas últimas semanas o PIX voltou a ser assunto, já que o sistema começará a funcionar em todo o Brasil no dia 16 de novembro de 2020, prometendo reduzir os custos das transações financeiras entre pessoas, empresas e governo.

Você que possui um e-commerce ou loja virtual, sabe o que é PIX e como esse novo método de pagamento pode influenciar no seu negócio? Continue a leitura para entender mais sobre esta novidade.

O que é o PIX?

O PIX é um sistema de pagamentos instantâneos desenvolvido pelo Banco Central como uma nova opção além dos já tradicionais TED, DOC, cartões e boletos.

Permitindo a realização de transferências e pagamentos de forma rápida — em até dez segundos —, o PIX estará disponível 24 horas por dia, sete dias da semana. Dessa forma, as transações poderão ser realizadas a qualquer horário, inclusive durante finais de semana.

Com o PIX não será mais necessário esperar dias para que o dinheiro “caia” na conta após a transação, pois os pagamentos e transferências serão feitos de forma instantânea.

Representando a digitalização do dinheiro, o sistema PIX irá facilitar e agilizar as transações financeiras de maneira mais segura e com custos inferiores aos praticados atualmente pelos bancos.

Como aderir?

Para utilizar este novo meio de pagamento não é preciso fazer cadastros ou baixar aplicativos específicos. O PIX estará disponível diretamente nos aplicativos dos bancos e instituições financeiras que oferecem o serviço, da mesma forma que as opções TED e DOC, por exemplo.

No entanto, vale ressaltar que para realizar transações pelo PIX será necessário criar uma chave PIX através dos canais de atendimento do banco responsável pela conta. Pessoas físicas e microempreendedores individuais (MEIs) terão acesso ao sistema gratuitamente, na maioria dos casos.

Já para pessoas jurídicas, o PIX será tarifado conforme o estipulado pelas instituições financeiras que oferecem o serviço.

De acordo com o Banco Central, o sistema PIX poderá ser utilizado nas seguintes transações:

  • Entre pessoas;
  • Entre estabelecimentos;
  • Entre pessoas e estabelecimentos comerciais;
  • Para entes governamentais, como pagamentos de impostos e taxas;
  • Para pagamentos de salários e benefícios sociais, além de convênios e serviços.

O impacto do PIX no e-commerce

A chegada do sistema PIX ao mercado de pagamentos trará vantagens tanto para os comerciantes quanto para os compradores.

Afinal, os pagamentos e transferências serão realizados diretamente da conta do cliente para o vendedor, eliminando a necessidade de intermediários que elevam os custos da transação e estendem o processo.

Além de custar menos que as outras formas de pagamento, o PIX possibilitará ao e-commerce a disponibilização imediata dos valores, melhorando o fluxo de caixa do empreendimento, otimizando a gestão da loja e reduzindo a necessidade de crédito.

Para os consumidores, a utilização do PIX como forma de pagamento trará maior rapidez e funcionalidade ao checkout, eliminando a mudança de telas e reduzindo conflitos na experiência de compra.

Conheça demais benefícios do sistema PIX para os e-commerces e as vendas no comércio eletrônico:

  • Transações imediatas, 24 horas por dia, sete dias por semana;
  • Possibilidade de compra sem a necessidade de cartão;
  • Redução de custos para o varejista;
  • Oportunidade de descontos para compradores que utilizarem o PIX;
  • Possibilidade de reduzir o prazo de entrega.

O PIX representa, portanto, uma oportunidade para o e-commerce brasileiro aumentar suas vendas com maior agilidade, segurança e eficiência, recebendo os valores à vista e sem complicações.

Se você gostou do artigo de hoje e quer conferir mais assuntos relacionados às finanças no comércio eletrônico, acesse nosso artigo especial sobre rentabilidade no e-commerce aqui!

E para conferir mais dicas de gestão de e-commerce, logística, envelopes plásticos para entrega e diversos outros assuntos relacionados ao varejo virtual, não deixe de acompanhar o blog da Veloplastic.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *